Limpeza Energética e Energização de Cristais

A importância da limpeza energética

Quando compramos um novo cristal, não sabemos  quantas pessoas o manusearam e que energias esse cristal absorveu no seu percurso até nós.  Por essa razão, é extremamente importante fazer a limpeza energética dos seus cristais antes de começarmos a utilizá-los.

Ao limpar os cristais energeticamente, estamos no fundo a repor a sua vibração ao seu estado original. Devemos fazer isto não só com cristais novos, mas também aqueles que usamos com mais regularidade, para que possamos continuar a usufruir das suas propriedades.

palo santo, sálvia branca, spray de limpeza

Que métodos utilizar

Limpeza energética com água/água e sal

Este é provavelmente o método mais conhecido e falado, mas um dos que menos recomendamos. É bastante comum quando compra cristais numa loja não especializada, que lhe recomendem colocar o cristal num copo com água e sal por 24 horas.

A limpeza com água corrente (de preferência de uma fonte natural), deixando que a água corra pelo cristal, é também um dos métodos mais conhecidos e recomendados.

Alternativamente, poderá fazer a limpeza utilizando apenas sal. Para tal, devem ser enterrados numa taça com sal, por exemplo durante a noite, de modo a que este absorva as energias negativas. O sal utilizado não pode ser reutilizado e deve ser deitado fora após a limpeza dos cristais.

Sendo que estas são formas excelentes de limpar o cristal de energias negativas, é necessário algum cuidado, pois nem todos os cristais que podem ser limpos recorrendo a estes métodos.

Existem cristais que não devem ser molhados ou colocados em sal, e muitas vezes as pessoas não tendo consciência disso acabam por danificar a pedra.

Cuidados a ter com a água e com o sal

Cristais macios ou porosos, não devem ser molhados, sob o risco de se dissolverem ou fragilizarem e depois partirem com facilidade. Recomenda-mos que faça sempre uma pesquisa sobre o cristal em questão antes de optar por qualquer um destes métodos de limpeza. Em caso de dúvida, opte por um dos métodos mais seguros que falamos neste post.

Pirite com marcas de corrosão devido a ter sido molhada

A Angelite por exemplo, é um cristal anidro, o que por outras palavras significa “sem  água”. Se molhar este cristal, vai voltar a hidratar a pedra e toda a sua beleza será perdida permanentemente.  Já a Selenite, quando submergida em água, irá começar a dissolver-se e pode mesmo partir-se ou desintegrar-se por completo. 

Estes cristais macios, podem ficar danificados também quando expostos ao sal pois este é um corrosivo natural.

Salvo algumas exceções, uma boa regra que deve ter em mente é: cristais cujo o nome termine em -ite não devem ser molhados ou expostos ao sal. Por exemplo: Apofilite, Angelite, Celestite, Lepidolite, Pirite, Malaquite, etc.

Pegando nos últimos dois exemplos, temos uma outra razão pela qual alguns cristais não poderem ser molhados, que é devido à presença de metais na sua composição. Isto pode não só danificar a pedra a nível estético, mas também ser prejudicial à sua saúde.

A Pirite, quando submergida em água, para além de oxidar e enferrujar, liberta também arsénio que é tóxico. A Malaquite, é rica em cobre e quando submergida em água, liberta fumos tóxicos. 

Limpeza energética na terra

Enterrar os cristais na terra é uma excelente maneira de os conectar com a Mãe Natureza e repor a sua energia. Devem ser colocados de preferência no exterior, por exemplo num jardim ou numa floresta. Em alternativa poderá também enterrá-los num vaso ou canteiro durante 24 horas, mas se possível opte por fazê-lo no solo e num espaço exterior.

Deve enterrar os cristais num local onde não corra o risco de acidentalmente alguém os desenterrar e onde não se esqueça onde os colocou. Por exemplo junto a uma árvore ou a outro elemento que assinale onde os enterrou. 

Da mesma maneira que os cristais macios não devem ser molhados, também não os deve enterrar diretamente na terra, pois esta pode estar ou ficar húmida devido à rega ou orvalho. Caso queira optar por este ou qualquer um dos métodos que falámos assim, recomendados que utilize o método indireto.

Método indireto

Existe uma maneira de adaptar os métodos acima referidos para que possam ser utilizados em todos os cristais. O método indireto neste caso, é semelhante ao que iria utilizar para a elaboração de um elixir.

No caso da água e sal (ou apenas do sal), iria colocar os seus cristais num recipiente de vidro e depois colocar esse recipiente dentro de uma taça maior com a água ou o sal. É importante que o recipiente que utiliza para os cristais seja de vidro pois este não isola as energias, e permite que os cristais sejam limpos.

No caso da terra, pode colocar os cristais sobre uma superfície de vidro (como por exemplo uma prateleira) e deixá-los depois sobre a terra. Em alternativa, tal como no método da água, coloca os seus cristais dentro de um recipiente de vidro e depois enterrá-lo na terra.

Em ambos os casos, tenha atenção no entanto atenção para que acidentalmente não entre água por cima do recipiente com os cristais para não os danificar.

Limepeza energética com a chama de uma vela ou defumação

A limpeza com a chama de uma vela é um dos métodos mais simples. Consiste apenas em passar os seus cristais próximos da chama da vela múltiplas vezes. 

Apesar de este método poder ser feito a praticamente todos os cristais, a passagem de cristais mais sensíveis pela chama deve ser breve. 

Cristais extremamente sensíveis a calor, como por exemplo Celestite ou Apofilite, por segurança, recomendamos que não utilize este método mas sim a defumação.

defumação com sálvia branca

A defumação, é a técnica que mais recomendamos, pois na via das dúvidas é o método mais seguro, simples e que pode ser aplicado em todos os cristais sem exceção. Para além disso, pode também aproveitar que está a limpeza dos seus cristais e fazer defumação também no ambiente à sua volta. 

Para este método, apesar de o poder fazer com um pau ou cone de incenso, nós recomendamos sempre incensos naturais. Pode por exemplo queimando um pedaço de  pau santo, uma tocha de sálvia, ou até mesmo ervas secas e resinas. 

Para esta última opção, sugerimos acender uma pastilha de carvão litúrgico e colocá-la num prato de barro. Depois, basta ir colocando ervas secas ou resinas em cima da pastilha de modo produzir fumo. 

Limpeza energética através do som

A limpeza energética pelo som pode ser feita com diversos instrumentos. Os mais comuns são as taças tibetanas ou o Tingsha (instrumento da foto).

Basta aproximar o instrumento da sua escolha dos cristais que pretende limpar, e tocá-lo por alguns minutos. O som produzido pelo instrumento, eleva a vibração do espaço e também dos cristais.

No caso de estar a utilizar as taças tibetanas, poderá ainda colocar os cristais no seu interior e tocar a taça por alguns minutos. 

Este método é particularmente útil para grandes coleções de cristais ou para cristais pesados que não são fáceis de mover para utilizar um dos outros métodos.

tingsha
drusa de quartzo transparente

Como energizar os seus cristais

Agora que já sabemos alguns métodos de limpeza, vamos falar de como energizar os seus cristais.

Deixar os cristais no exterior a absorver a energia do Sol ou da Lua é uma excelente forma de limpeza e energização. É no entanto necessário algum cuidado com a luz solar.

Tal como acontece com o método de limpeza com água e sal, existe uma ideia geral de que todos os cristais devem ser expostos ao sol para energizar. Em lojas não especializadas , é comum sugerirem limpar os seus cristais e depois deixa-los ao sol e à lua por 24h para energizar.

Ora a questão da água e sal, já vimos acima que cuidados deve ter. Vejamos agora o porquê de ter que ter cuidado com que cristais expõe à luz solar direta.

Cuidados a ter com a lua solar

Primeiro, um dos problemas que isto poderá trazer é a perda de cor dos seus cristais. Pedras como a Ametista, o Quartzo Fumado, a Fluorite, o Citrino entre outras, quando expostas ao sol durante longos períodos de tempo, começam a perder a sua cor.

Salvo algumas exceções, uma boa regra que deve ter em mente é: cristais que tenham uma cor vibrante mas sejam translúcidos, não deve colocar ao sol por longos períodos de tempo.

Pedras opacas, como por exemplo Jaspe, Turmalina, Lápis-Lazuli, entre outros, de forma geral, não tem que ter esta preocupação.

Segundo, outro problema que pode advir da exposição solar é fragilização dos seus cristais. Pedras macias, isto é, com uma baixa pontuação ma escala de Mohs, por via das dúvidas não devem ser expostas à luz solar direta. Ex: Celestite, Apofilite, etc. O calor causado pela exposição solar pode fragilizar estes cristais, e como consequência, podem partir com maior facilidade. 

É importante também dizer que estes conselhos são para evitar os piores dos casos. Todas estas consequências são resultado de exposição solar prolongada (durante meses ou até mesmo anos). Na grande maioria dos casos, deixar o cristal 15-20min a energizar ao sol não terá qualquer problema.

Agora imagine por exemplo que tem uma ametista que deixa frequentemente ao sol durante várias horas. Neste caso, pode contar certamente que com o passar do tempo ela vá perdendo a sua cor. Não nos podemos esquecer que os cristais vêm do centro da terra, e durante milhões (e alguns biliões) de anos não viram um raio de luz.

A luz lunar

A lua da lua é sem dúvida a opção que mais recomendamos, pois pode ser aplicado a todos os cristais. Idealmente deve ser feito durante a lua cheia, mas poderá fazê-lo noutra altura desde que a lua seja visível e a luz irradie diretamente sobre os cristais.

Caso deixe os seus cristais diretamente no exterior, tenha apenas cuidado caso sejam não possam ser molhados, pois no caso de ser uma noite húmida ou com possibilidade de chuva poderá ter problemas.

taça de selenite com cristais rolados
drusa de ametista

Limpeza energética e energização com Selenite

A Selenite é uma pedra de purificante que limpa as energias negativas. É uma das únicas pedras que não necessita limpeza nem energização e por isso pode ser utilizada para purificar as energias de sua casa, a sua aura, e também outros cristais.

Basta colocar os cristais que pretende limpar a junto a uma torre ou colocá-los em cima de uma barra e deixá-los ai durante algumas horas. 

Uma excelente alternativa para este método são as taças de selenite, ideais para colocar cristais rolados que leva consigo no dia-a-dia.

Existem também bases de selenite que são ideais para os cristais em bruto ou com uma base e que não são práticos de colocar nas taças.

Limpeza energética e energização com Drusas ou Geodos

Caso tenha drusas ou geodos de maior dimensão, poderá utilizá-las para limpar e energizar cristais menores.

As melhores drusas para este efeito são as de quartzo transparente ou de ametista, sendo que têm a capacidade de neutralizar energias negativas.

De forma semelhante à Selenite, basta colocar os cristais sobre a drusa ou geodo e deixá-los durante algumas horas para que sejam limpos e energizados. 

Com que frequência deve limpar os seus cristais

Agora que já sabe alguns métodos de limpeza energética e os cuidados que deve ter, só tem que escolher aquele com que mais se identifica pô-lo em prática.

Caso seja um dos métodos que requer algum cuidado, certificar-se que faz uma pesquisa sobre os cristais que vai limpar e se são compatíveis com esse método de limpeza.

Não existe uma fórmula exata  no que diz respeito à frequência com que deve fazer a limpeza, mas há algumas questões que deve ter em consideração.

Caso se trate de um cristal que leva consigo diariamente e que está sujeito a energias externas, deverá fazer limpá-lo com maior frequência.  Especialmente se se tratam de pedras de proteção que absorvem as energias negativas. 

O mesmo se aplica aos cristais que tenha em casa. Se recebe visitas frequentemente em casa, convém limpar os seus cristais.

No caso de alguém ter tocado nos seus cristais pessoais, convém também que os limpe pois eles devem apenas ser manuseados pela pessoa que os vai utilizar.

Caso sejam cristais que não utiliza com tanta frequência, deverá na mesma limpá-los mas não necessita fazê-lo com tanta frequência. Sugerimos que aproveite a energia da lua nova de renovação e novos começos para fazer a limpeza.

torre de selenite

Veja aqui os nossos produtos de limpeza energética

Poderá também gostar de:

amazonite em bruto

Amazonite

A Amazonite é uma pedra de calma, harmonia e proteção. Pode ser utilizada ao nível do chakra da garganta ou do coração.

labradorite rolada

Labradorite

A Labradorite, é uma pedra de proteção e desenvolvimento espiritual que mantem afastadas energias indesejadas, e evita fugas energéticas.

lápis lazúli em bruto

Lápis-lazúli

O lápis-lazúli é uma pedra de sabedoria, inspiração e proteção. Promove a progressão espiritual e o desenvolvimento da intuição.

calcite óptica

Calcite Óptica

A Calcite Óptica é uma pedra de revelação, orientação e novos começos. Pode ser utilizada para limpar e alinhar todos os chakras.

Shopping Cart
0
    0
    Carrinho
    O seu carrinho está vazioVoltar à Loja